© 2014. Gracie Barra Beltrão. All Rights Reserved. Designed by Cleberson Vieira

Dicas para praticantes de Jiu Jitsu

November 20, 2015

 

 

Aqui estão reunidas algumas dicas para melhorarmos nosso rendimento no Jiu Jitsu dentro do tatame. São dicas importantes tanto para iniciantes, quanto para lembrar alguns graduados.

Leia, reflita e absorva cada uma delas, isso irá melhorar seu jogo e muito!

 

1- Preste Atenção no Treino

Preste atenção no treino, o momento em que o professor está demonstrando uma técnica requer extrema atenção, principalmente para os detalhes. 

 

2- Dentro do tatame, só Jiu Jitsu!

Se for conversar sobre outro assunto que não seja Jiu Jitsu, faça fora do tatame. Como em qualquer arte marcial o treino de Jiu Jitsu é algo sério, por tanto dentro do tatame, o único assunto deve ser o Jiu Jitsu.

 

3- Preocupações, deixe-as em casa

Deixe suas preocupações em casa! Os golpes de Jiu Jitsu, são cheios de detalhes, se você está pensando em outra coisa, e não pegou algum detalhe, a posição pode ir por água abaixo.

 

4- Preocupe-se com sua integridade física

Se você se sentiu um golpe pegar, bata! De os três tapinhas sem a menor vaidade! Jiu Jitsu é uma arte perfeita, um golpe encaixado é praticamente fatal. Você pode se machucar gravemente.

 

5- Aprenda a lidar com as lesões

Lesões virão! E isto é, sim, uma afirmação! Por tanto aprenda a conviver com elas, e não deixe de treinar. O treino de Jiu Jitsu, é o que fará você evoluir, principalmente se você for iniciante, se a lesão realmente te impossibilitar de treinar, vá até a academia e acompanhe o treino de fora do tatame, observar também é treinamento.

 

6- Lave seu Kimono

Se algum companheiro comentou do cheiro do seu kimono, mesmo que só brincando, lave-o! 

 

7- Aproveite cada treino

Se você já é graduado e está lutando com um iniciante, segure o ímpeto! De que adianta um rola de 5 minutos com 10 finalizações???

 

8- Nunca perca a oportunidade de treinar

Se terminou o treino, e você ainda está com vontade de treinar, peça permissão para seu mestre, volte para o tatame e mate essa vontade!

 

9- 2 pontos fazem a diferença

Não negligencie o treino de quedas. Principalmente se você é competidor, 2 pontos fazem a diferença.

 

10- Aproveite o treino de Jiu Jitsu no tatame

Assista vídeos de posições, principalmente para aprender novas movimentações, diferentes formas de jogo, mas nunca esqueça que treino mesmo é aquele feito no tatame! Com seu professor supervisionando, pois ele possui um plano e uma sequência de treinamento, que respeita a essência da sua equipe.

 

11- Treine Jiu Jitsu sempre que puder

Sempre que puder, faça sozinho repetições de movimentos como saída de quadril, ponte, guarda na parede, entre outros. Fortaleça o pescoço com movemimentos e alongamentos.

 

12- Exercite-se fora do tatame

Faixa branca geralmente faz muita força. Exercite os músculos fora do tatame, para fortalecer o corpo e os ligamentos, evitando lesões.

 

13- Não falte aos treinamentos

Comece indo a duas aulas por semana. Com o tempo vá aumentando sua carga horária gradativamente. Mas não falte, nem por dores musculares. Alongar bem, antes e depois dos treinos, é vital para diminuir as dores.

 

14- Previna-se

Nos intervalos dos treinos, não deixe as pernas esticadas no caminho. Há outros treinando e você pode se machacuar ou machucar outro atleta.

 

15- Mantenha postura de lutador sempre

Mantenha os cotovelos sempre juntos do seu corpo. Crie esse hábito em todas as posições.

 

16- Aprenda a puxar para a Guarda

No inicio, aprenda a puxar para a guarda fechada. Grandes atletas já machucaram gravemente o joelho por não manter postura adequada quando um colega o puxou para a guarda fechada. Segurança é tudo.

 

17- O seu corpo dará sinais

Ao sentir uma dorzinha, avise seu professor. Ele pode passar alguns exercícios para você repetir até passar a dor. No longo prazo, você acabará treinando muito mais.

 

18- Treine a técnica

No inicio faça as repetições devagar. Trabalhando técnica, não velocidade.

 

19- Aproveite as aulas para iniciantes

É importante a aula básica, pois os movimentos básios são essenciais.

 

20- Aprenda a tal da postura

Cada posição tem sua base ou postura. Em pé, fazendo guarda, passando guarda, montada, em posição de defesa. Para cada situação, o atleta precisa aprender as informações básicas sobre como posicionar o corpo, e como usar as mãos e pernas.  Aprenda a manter seus dedos dos pé na posição correta e suas costas eretas quando estiver dentro da guarda de alguém. Uma boa postura vai salvar você de ser desiquilibrado, raspado ou finalizado.

 

21- As pegadas e o uso das pernas e pés

Aprenda controles básicos de kimono, como o controle da lapela, das mangas para aplicação de entradas de queda, raspagens e finalizações. Para as raspagens, passagens, finalizações, o posocionamento das mãos e dos pés é muito importante. Para cada posição você precisa fazer pegadas diferentes, então aprenda onde e o que você deve segurar, e quando largar para fazer uma nova pegada. Depois disso, busque exercícios para melhorar a força de suas pegadas, fazer com corda grossa, dezenas de repetições de puxadas de gola com kimono do parceiro, exercicio para dedos como expremer areia, etc.

 

22- A importância de lutar pelas pegadas

Mantenha sempre a pegada dominante. Se você não tiver uma pegada dominate, lute para conseguir o controle das pegadas.

 

23- Aprenda a movimentar o quadril 

Peça a seu mestre para explicar a importância da movimentação de quadril, assim como seu uso em diferentes situações. O quadril é exigido o tempo todo ao executar posições no Jiu Jitsu- dos movimentos de reposição de guarda até as finalizações. Por isso, a importância da repetição de movimentação de quadril.

 

24- Controle básico do adversário

Aprenda a movimentar-se usando o peso do corpo, assim como pegadas úteis para controlar o oponente antes de atingir a posição desejada. Procure manter o controle da luta.

 

25- Aprenda a trabalhar o seu espaço

Saiba quando abrir ou fechar espaços. Estes devem ser criados nas seguintes situações. A) Abra espaço se você tem alguma posição em mente. B) Induza seu adversário a abrir espaço para usar isso contra ele.

 

26- Mantenha o controle na guarda aberta 

É vital aprender como usar as pegadas e posicionar as pernas e pés. Faça exercícios de aquecimento para ter mais mobilidade com as pernas e pés. Imagine que as pernas e os pés são como braços e mãos, use-os para segurara e controlar o oponente.

 

27- Pergunte sempre 

Não tenha medo de perguntar. Por mais ingênua que seja a pergunta, o professor tem o desejo de ver você crescer e estará sempre aberto para ajudá-lo

 

28- Arrume um parceiro de treino

Quando estamos começando é muito importante ter um parceiro com os mesmos objetivos. Pode ser um amigo que já treine. Mas que esteja lá para crescer com você.

 

29- Procure não se preocupar com os rolas pelo primeiro mês ou dois

Concentre nas repetições dos movimentos. Você vai ter muito tempo para isso depois.

 

30- Defesa, defesa, defesa

No fim, isso é bem mais importante que aprender 50 finalizações diferentes, que você não vai conseguir usar. Decore onde seu corpo precisa estar para se defender de cada posição.

 

31- Passagem de guarda

Eis o que mais se utiliza nos primeiros meses de treino. Gaste tempo para aprender todas as mecânicas de uma boa passagem. Repita primeiro sem o colega oferecer resistência, e concentre-se nos destalhes. Gradualmente, tente executar contra um oponente resistindo.

 

32- Aprenda a respirar com a boca fechada

Assim você pode avançar para uma respiração de recuperação e diafragmática. Uma respiração apropriada é o sinal de que seu gás está melhorando, o que fará você durar mais durante o treino.

 

33- A marca registrada do Jiu-Jitsu é a guarda

Comece a aprender a guarda fechada. Jamais comece com a guarda borboleta, guarda X, guarda aranha ou meia guarda ofensiva, recursos confusos pra quem não tem uma base sólida. daí a importância das aulas de jiu jitsu básico. 

 

34- Substitua seus kimonos

Se você treina três ou mais vezes por semana. Tenha ao menos dois kimonos, revezando-os.

 

35- Confiem em seu professor e em sua academia

Você escolheu onde treinar por uma razão. Então deixe-os guiar você em sua evolução e faça o que eles pedem. Eles estão fazendo isso a muito mais tempo que você, e sabem o que fazem. Siga suas instruções, sim o Youtube® é uma ferramenta complementar interessante, mas NÃO é um mestre e NÃO substitui uma academia e um professor capacitados. Uma omoplata voadora impressiona, mas não significa que você deve treina-la sem ter um conhecimento amplo de jiu jitsu. Muitos golpes plásticos podem ser perda de tempo nos primeiros passos no caminho do jiu jitsu. Você terá tempo para isso mais tarde, então foque no básico. Seja paciente e confie em seu professor, ele sabe o que você pode e deve aprender de modo a evoluir seu jogo.

 

Fonte: http://www.muitomaisacaojiujitsu.com.br/2011/11/dicas-para-iniciantes-jiu-jitsu.html

http://www.muitomaisacaojiujitsu.com.br/2011/07/dicas-para-faixas-brancas-i.html

http://www.muitomaisacaojiujitsu.com.br/2011/09/dicas-para-faixas-brancas-ii.html

http://www.muitomaisacaojiujitsu.com.br/2011/09/dicas-para-faixas-brancas-iii.html

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload